Boca contrata Figueroa, ex-River

O Boca Juniors anunciou nesta semana a contratação do atacante argentino Luciano Figueroa, que estava no Genoa e, já teve passagens por Villareal, Rosário Central e River Plate.

 

Figueroa chega ao Boca por empréstimo e irá substituir o maior goleador dos Xeneizes, Martín Palermo que só voltará aos gramados em março de 2009 por conta de uma lesão.

 

O clube argentino quer Figueroa por 1 ano e meio e ainda ser ressarcido pela contratação de Forestieri uma jovem promessa do Boca Juniors que foi para a Itália por vontade dos pais.

Palpites da Rodada

Palpites do Marcelo:

Campeonato Brasileiro:

Fluminense 1x2 Goiás

Cruzeiro 1x1 Sport

Vitória 1x0 Portuguesa

Copa Sul-americana:

Atlético-PR 0x2 Chivas

Internacional 2×0 U. Católica

LDU 2×2 Boca Juniors

Palmeiras 2x1 Sport Áncash

Botafogo 0x2 América de Cali

Argentinos Jr. 1×1 San Luis (MEX)

River Plate 1x2 Defensor Sporting

Arsenal (ARG) 2×0 Est. La Plata

 

Palpites do Rodrigo:

Campeonato Brasileiro

 

Fluminense 0x0 Goiás

Cruzeiro 0x3 Sport

Vitória 2x4 Portuguesa

Copa Sul-americana:

Atlético-PR 2x2 Chivas

Internacional 0x2 U. Católica

LDU 4×1 Boca Juniors

Palmeiras 2x3 Sport Áncash

Botafogo 3x3 América de Cali

Argentinos Jr. 3×1 San Luis (MEX)

River Plate 4x3 Defensor Sporting

Arsenal (ARG) 0x0 Est. La Plata

 

As Maiores Torcidas do Estado de SP

Aqui vai uma curiosidade, logo abaixo você vai conferir as pesquisas de diversos órgãos sobre as torcidas de cada clube no estado de São Paulo.
As pesquisas foram realizadas nos últimos cinco anos e mostra que a maior torcida do estado é a do Corinthians, seguido por São Paulo, Palmeiras e em quarto lugar o Santos.

Pesquisa Folha de São Paulo/DataFolha (publicada em 09/11/2003)
1º) Corinthians 46,84 %
2º) São Paulo 24,05 %
3º) Palmeiras 16,46 %
4º) Santos 7,59 %
outros 5,06 %
nenhum 21 %

Pesquisa Folha de São Paulo/DataFolha (publicada em 25/01/2004)
1º) Corinthians 41,25 %
2º) São Paulo 25,00 %
3º) Palmeiras 18,75 %
4º) Santos 8,75 %
nenhum 20 %

Pesquisa Lance!/IBOPE (publicada em 04/10/2004)
1º) Corinthians 42,39 %
2º) São Paulo 24,11 %
3º) Palmeiras 16,88 %
4º) Santos 10,53 %
nenhum 21,2 %

Pesquisa Folha de São Paulo/DataFolha (publicada em 20/10/2005)
1º) Corinthians 44,87 %
2º) São Paulo 26,92 %
3º) Palmeiras 15,38 %
4º) Santos 7,69 %
outros 2,56 %
nenhum 22 %

Pesquisa Folha de São Paulo/DataFolha (publicada em 22/08/2007)
1º) Corinthians 40,26 %
2º) São Paulo 27,27 %
3º) Palmeiras 18,18 %
4º) Santos 7,79 %
outros 6,49 %
nenhum 23 %

Pesquisa Placar/TNS Sports (publicada em out/2007)
1º) Corinthians 32,9 %
2º) São Paulo 25,6 %
3º) Palmeiras 15,3 %
4º) Santos 14,5 %
outros 12,8 %

Pesquisa Folha de São Paulo/DataFolha (publicada em 13/01/2008)
1º) Corinthians 29 %
2º) São Paulo 21 %
3º) Palmeiras 13 %
4º) Santos 7 %
outros 14,1 %

Pesquisa Folha de São Paulo/DataFolha (publicada em 28/09/2008)
1º) Corinthians 33,3 %
2º) São Paulo 22,2 %
3º) Palmeiras 14,2 %
4º) Santos 5,9 %
5º) Flamengo (RJ) 2,0 %
6º) Portuguesa 0,3 % 
6º) Vasco (RJ) 0,3 % 
6º) Cruzeiro (MG) 0,3 %
9º) Fluminense (RJ) 0,2 %
9º) Botafogo (RJ) 0,2 %
9º) Atlético (MG) 0,2 % 
9º) Grêmio (RS) 0,2 %
13º) Internacional (RS) 0,1 %
13º) Bahia (BA) 0,1 %
13º) Vitória (BA) 0,1 %
outros 0,6 %
nenhum 19,9 %

Brasil estréia bem e passeia contra o Japão

Hoje de manhã a nossa seleção estreou na Copa do Mundo de Futsal 2008, realizada aqui no Brasil, com vitória fácil sobre a equipe do Japão, ganhando por 12×1.
Os gols brasileiros foram de Lenísio (2), Marquinho, Falcão (2), Wilde, Ary (2), Schumacher (3) e Betão. Os japoneses balançaram as redes apenas uma vez, com Noboya Osodo.
O time brasileiro realizou um primeiro tempo apagado e tomou uma bronca de PC Gusmão, por uma atuação fraca da equipe. O puxão de orelhas deu certo, e na segunda etapa o Brasil voltou motivado e  cheio de gás, atuando de forma perfeita.
Agora o Brasil vai enfrentar a seleção das Ilhas Salomão, dia 02/10, às 10h30m.

Museu do Futebol foi inaugurado

Ontem, foi inaugurado no estádio do Pacaembu, o Museu do Futebol, que acolherá diversos materiais sobre a história do futebol brasileiro.
Muitos craques marcaram presença na inauguração da obra, como Rivellino, Ademir da Guia, e Pelé, figurinha carimbada nesses eventos esportivos.

Com um acervo de dar inveja, o museu, se torna à casa da história do futebol brasileiro.
A moderna obra custou R$ 32,5 milhões, sendo que R$ 13 milhões foram investimentos do poder público. A obra contou com 680 profissionais e demorou um ano e meio para ficar pronta.
O museu tem diversas salas, especificadas por temas, como a Sala das Copas, Sala das Origens, Sala da Exaltação.
O museu será muito interativo, com filmes, fotos, narrações, momentos, musicas e poemas do futebol.
O publico poderá conhecer o museu a partir do dia 1° de Outubro (amanhã) e pagará apenas R$ 6,00 pela visita (R$ 3,00 a meia).

Matemática do Brasileirão 2008

 

As chances de cada equpe

Na parte de baixo da tabela

Confira a situação de cada time:

20º lugar – Fluminense
Pontos – 26
Risco de rebaixamento – 72%
Jogos que faltam – Goiás (C), Atlético-PR (F), Vitória (F), Palmeiras (C), Figueirense (F), Vasco (C), Cruzeiro (F), Portuguesa (C), Inter (F), São Paulo (F) e Ipatinga (C).

19º lugar – Vasco

Pontos – 26
Risco de rebaixamento – 62%
Jogos que faltam – Figueirense (C), Sport (F), Flamengo (C), Goiás (F), Atlético-PR (C), Fluminense (F), Santos (C), Atlético-MG (F), São Paulo (C), Coritiba (F) e Vitória (C).

18º lugar – Ipatinga
Pontos – 27
Risco de rebaixamento – 64%
Jogos que faltam – São Paulo (C), Cruzeiro (F), Figueirense (F), Botafogo (C), Portuguesa (F), Coritiba (C), Inter (F), Sport (C), Palmeiras (F), Grêmio (C) e Fluminense (F).

17º lugar – Portuguesa
Pontos – 27
Risco de rebaixamento –
55%
Jogos que faltam – Vitória (F), Coritiba (C), Grêmio (C), Náutico (F), Ipatinga (C), Flamengo (F), São Paulo (C), Fluminense (F), Goiás (C), Sport (C) e Cruzeiro (F).

16º lugar – Atlético-PR
Pontos – 28
Risco de rebaixamento –
49%
Jogos que faltam – Santos (F), Fluminense (C), Inter (F), Cruzeiro (C), Vasco (F), Sport (C), Figueirense (F), Vitória (C), Botafogo (F), Náutico (F) e Flamengo (C).

15º lugar – Figueirense
Pontos – 29
Risco de rebaixamento – 35%
Jogos que faltam – Vasco (F), Palmeiras (C), Ipatinga (C), Santos (F), Fluminense (C), Grêmio (F), Atlético-PR (C), São Paulo (F), Náutico (C), Botafogo (F) e Inter (C).

14º lugar – Santos
Pontos – 30
Risco de rebaixamento – 29%
Jogos que faltam – Atlético-PR (C), Grêmio (F), Botafogo (F), Figueirense (C), Sport (F), Palmeiras (C), Vasco (F), Inter (C), Coritiba (F), Atlético-MG (F) e Náutico (C).

13º lugar – Náutico
Pontos – 30
Risco de rebaixamento – 26%
Jogos que faltam – Flamengo (C), São Paulo (F), Sport (F), Portuguesa (C), Inter (F), Vitória (C), Coritiba (F), Cruzeiro (C), Figueirense (F), Atlético-PR (C) e Santos (F).

12º lugar – Atlético-MG
Pontos – 34
Risco de rebaixamento – 8%
Jogos que faltam – Figueirense (C), Palmeiras (F), Flamengo (F), Cruzeiro (C), Inter (C), Coritiba (F), Botafogo (C), Vitória (F), Vasco (C), Sport (F), Santos (C) e Grêmio (F).

Na parte de cima da tabela

Confira a situação de cada time:

1º lugar – Palmeiras
Pontos – 50
Chance de título – 42%
Chance de vaga na Libertadores – 89%
Jogos que faltam – Atlético-MG (C), Figueirense (F), São Paulo (C), Fluminense (F), Goiás (C), Santos (F), Grêmio (C), Flamengo (F), Ipatinga (F), Vitória (F) e Botafogo (C).

2º lugar – Grêmio
Pontos – 50
Chance de título – 31%
Chance de vaga na Libertadores –
86%
Jogos que faltam – Botafogo (C), Santos (C), Portuguesa (F), Sport (C), Cruzeiro (F), Figueirense (C), Palmeiras (F), Coritiba (C), Vitória (F) e Ipatinga (F), Atlético-MG (C).

3º lugar – Cruzeiro
Pontos – 46
Chance de título – 10%
Chance de vaga na Libertadores – 60%

Jogos que faltam – Sport (C), Ipatinga (C), Atlético-MG (F), Atlético-PR (F), Grêmio (C), Goiás (F), Fluminense (C), Náutico (F), Flamengo (C), Internacional (F) e Portuguesa (C).

4º lugar – Flamengo
Pontos – 46
Chance de título – 7%

Chance de vaga na Libertadores – 53%
Jogos que faltam – Náutico (F), Atlético-MG (C), Vasco (F), Coritiba (C), Vitória (F), Portuguesa (C), Botafogo (F), Palmeiras (C), Cruzeiro (F), Goiás (C) e Atlético-PR (F).

5º lugar – São Paulo
Pontos – 46
Chance de título – 4% Chance de vaga na Libertadores – 43%
Jogos que faltam – Ipatinga (F), Náutico (C), Palmeiras (F), Vitória (C), Botafogo (F), Internacional (C), Portuguesa (F), Figueirense (C), Vasco (F), Fluminense (C) e Goiás (F).

6º lugar – Botafogo
Pontos – 43
Chance de título – 3% Chance de vaga na Libertadores – 21%
Jogos que faltam – Grêmio (F), Vitória (C), Santos (C), Ipatinga (F), São Paulo (C), Atlético-MG (F), Flamengo (C), Goiás (F), Atlético-PR (C), Figueirense (C) e Palmeiras (F).

7º lugar – Goiás
Pontos – 42
Chance de título – 1%
Chance de vaga na Libertadores – 15% Jogos que faltam – Fluminense (F), Internacional (C), Coritiba (F), Vasco (C), Palmeiras (F), Cruzeiro (C), Sport (F), Botafogo (C), Portuguesa (F), Flamengo (F) e São Paulo (C).

8º lugar – Internacional
Pontos – 42
Chance de título – 1%
Chance de vaga na Libertadores – 13% Jogos que faltam – Coritiba (F), Goiás (F), Atlético-PR (C), Atlético-MG (F), Náutico (C), São Paulo (F), Ipatinga (C), Santos (F), Fluminense (C), Cruzeiro (C) e Figueirense (F).

9º lugar – Coritiba
Pontos – 41
Chance de título – 1%
Chance de vaga na Libertadores – 12% Jogos que faltam – Internacional (C), Portuguesa (F), Goiás (C), Flamengo (F), Atlético-MG (C), Ipatinga (F), Náutico (C), Grêmio (F), Santos (C), Vasco (C) e Sport (F).

10º lugar – Vitória
Pontos – 40
Chance de vaga na Libertadores – 8% Jogos que faltam – Portuguesa (C), Botafogo (F), Fluminense (C), São Paulo (F), Flamengo (C), Náutico (F), Atlético-MG (C), Atlético-PR (F), Grêmio (C), Palmeiras (C) e Vasco (F).

Fonte: Infobola

Um time, uma história

Nessa edição do “Um time uma história”, iremos falar sobre a equipe do Corinthians.

O Sport Club Corinthians Paulista é um dos principais clubes desportivos do Brasil. A agremiação foi fundada como clube de futebol por um grupo de operários no dia 1 de setembro de 1910 no bairro do Bom Retiro, São Paulo. Ao longo dos anos o clube se desenvolveu e passou a competir também em outras modalidades, como remo, basquete, natação, vôlei, tênis, taekwondo, futsal, judô, peteca e handebol. Mesmo assim, suas principais conquistas e seu reconhecimento foram alcançados pelo futebol profissional. Foi o primeiro campeão mundial de clubes segundo a FIFA, e o único a conquistar o título em casa (Brasil, 2000).

Sua torcida, a Fiel, representa segundo pesquisas a segunda maior quantidade de torcedores de um clube do país (aproximadamente 25 milhões). O Corinthians foi o primeiro clube de São Paulo a abrir espaço para pessoas de origem mais humilde, fato que se reflete em alguns de seus apelidos: clube dos operários ou clube do povo.

Principais títulos:

1º Campeonato Mundial de Clubes FIFA: (Brasil, 2000).

Campeonato Brasileiro: Tetracampeão (1990, 1998, 1999, 2005)

Copa do Brasil: Bi-campeão (1995, 2002).

Torneio Rio-São Paulo: Pentacampeão (1950, 1953, 1954, 1966 e 2002).

Supercopa do Brasil: 1991

Copa dos Campeões Estaduais Rio-São Paulo: Bi-campeão (1930 e 1941).

Campeonato Paulista: 25 vezes

Torcida:

O Corinthians é conhecido com Time do Povo, termo que comprova seu grande contigente de torcedores, que alternam das classes mais ricas e principalmente, das classes mais carentes da sociedade. É a maior torcida do estado de São Paulo e tem uma disputa nacional com o Flamengo pelo posto de maior torcida do Brasil. De acordo com uma série de Institutos de pesquisas, como Ibope e Datafolha, além da Revista Placar, o Timão possui a 2ª maior torcida do Brasil com cerca de 24 milhões de torcedores que se concentram em sua maioria, em São Paulo e no Paraná. Os milhões de corintianos apóiam a torcida nos 90 minutos da partida e nos piores e melhores momento da equipe.

Escudo:

Desde a sua fundação até o ano de 1913, as camisas do Timão não tinham distintivos. O primeiro teve que ser feito às pressas, para a disputa da vaga na Liga Paulista. Tinha apenas as letras C e P, de Corinthians Paulista, sobrepostas. Permaneceu até 1914, nos dois jogos contra o Torino.

As letras são postas em uma moldura e é acrescentado a letra S. O C passa a valer para Club e Corinthians.

O escudo ganhou o formato redondo que seguiria com o time até os dias de hoje.

Surgem a âncora e os dois remos vermelhos, que se referem aos esportes náuticos praticados no clube. Arte-final realizada pelo pintor Francisco Rebolo Gonsales, ex-jogador.

Com o passar dos anos, o escudo foi se refinando. A bandeira central ganhou movimento bem como foi redesenhada para respeitar a bandeira oficial do Estado. A bóia, em volta do círculo, foi disfarçada e amarras foram colocadas para completar o escudo.

Em 1990, foi adicionada uma estrela pela conquista do Campeonato Brasileiro. O mesmo ocorreu em 1998 e 1999. No ano 2000, com a conquista do Mundial da FIFA, foi adicionada mais uma estrela, maior e com contorno prateado. A mais recente estrela veio em 2005, com a conquista do Campeonato Brasileiro.

 

Uniformes:

Uniforme principal (08/09): Camisa branca com linhas finas verticais pretas, calção preto e meias brancas

Uniforme de visitante (08/09): Camisa preta, calção branco e meias pretas

Terceiro Uniforme: Camisa roxa, calção e meias pretas.

Mascotes:

Três anos após a sua fundação, em 1913, uma divisão no Campeonato Paulista gera os torneios da APEA e da Liga, onde estavam apenas três clubes: Americano, Gêrmania e Internacional. Por isso, ficaram conhecidos como os ‘Três Mosqueteiros’. O Corinthians queria entrar na Liga, mas para isso, precisava vencer o Minas Gerais e o antigo São Paulo. Venceu e se juntou aos demais mosqueteiros, tornando-se um ‘D’artagnan’. A partir disso o mosqueteiro se tornou a mascote do clube. Porém, outra versão para a origem da mascote é a de que o jornalista Tomás Mazzoni teria dito, depois de uma vitória do Corinthians sobre o Barracas, que o clube paulistano demonstrou “fibra de mosqueteiro”, e o apelido teria ficado.

 

Estádio:

O Corinthians usa atualmente o estádio do Pacaembu (que pertence à prefeitura de São Paulo), que tem capacidade de 40.260 (originalmente 70.000).

O Corinthians é a equipe que mais realizou jogos no Pacaembu, sempre lotando suas arquibancadas.

O Timão é dono do estádio Alfredo Schürig a “fazendinha”, mas não realiza seus jogos no estádio porque ele não tem capacidade de realizar jogos oficiais, devido à falta de lugares para a torcida (o estádio pode suportar apenas 18 mil torcedores).

Novo Estádio:

Existem muitos projetos para a construção de um estádio para a equipe do Corinthians, e nesses últimos anos o assunto tem sido tema de muito debate.

Nos últimos anos, muitos desses projetos foram apresentados, mas nada se concretizou e a construção do “Fielzão” continua no papel.

Ídolos:

Muitos jogadores merecem ter seu nome como maiores ídolos do Timão, mas entre eles estão: Wladimir, Sócrates, Marcelinho Carioca, Neto, Rivellino, Casa Grande, Ronaldo, Luizinho, Idário, Rincón, Biro-Biro, Edílson, Tevez, Cláudio, Neco, Dida, Tupãzinho, Luizão, Basílio, Gilmar, entre outros.

1977:

Acho que esse ano merece destaque na história do Corinthians, pois foi nesse ano que o clube conquistou um dos títulos mais importantes de sua história, o Campeonato Paulista do mesmo ano, O “jubileu de prata”.
O Time não ganhava um titulo há 23 anos, e foi na decisão do estadual, contra a Ponte Preta que se quebrou o jejum.
Com uma vitória por 1×0, o Timão estava confiante para a segunda partida, mas perdeu de virada por 2×1, como não havia o sistema de gols fora de casa, foi necessário à realização de uma terceira partida, e o Corinthians venceu a macaca por 1×0, com um gol sofrido de Basílio aos 36’ do segundo tempo, que deu o titulo para o time de Parque São Jorge.

Partidas Históricas:

Corinthians 1×1 Palmeiras – Campeonato Paulista de 1954
Corinthians 2×0 Santos – A quebra do tabu (1968)
Corinthians 4×3 Palmeiras – Campeonato Paulista de 1971
Corinthians 1×1 Fluminense – A Invasão Corintiana (1976)
Corinthians 1×0 Ponte Preta – O fim do jejum (1977)
Corinthians 1×0 São Paulo – Campeonato Brasileiro de 1990
Corinthians 1×0 Grêmio – Copa do Brasil de 1995
Corinthians 0x0 Atlético Mineiro – Campeonato Brasileiro de 1999
Corinthians 2×2 Real Madrid – Mundial de Clubes da FIFA (2000)
Corinthians 0x0 Vasco – Mundial de Clube da FIFA (2000)
Corinthians 4×3 Flamengo – Torneio Rio-São Paulo de 2001
Corinthians 2×1 Santos – Campeonato Paulista de 2001
Corinthians 5×1 Cianorte – Copa do Brasil de 2005
Corinthians 3×2 Paysandu – Campeonato Brasileiro de 2005